(17) 3308-2526 ou 9 8813-0844 - Segunda a Sexta - 09:00 às 18:00

contato@sunsetweb.com.br

Algumas métricas que devemos acompanhar de perto

Google Analytics em 05/05/2017

Algumas métricas que devemos acompanhar de perto

O que são métricas

 

Métricas são números, dados que ajudam a quantificar uma tendência, um comportamento em seu site ou loja virtual. Ela ajuda você a entender o que está acontecendo.

 

Existem dois tipos de métrica, as de número absoluto e as que definem uma parte da métrica, conhecidas como taxas. Vamos falar das mais básicas e que você tem obrigação de conhecer caso deseje otimizar o seu site.

 

Vamos utilizar as métricas fornecidas pelo Google Analytics.

 

 

Sessões e Usuários de um site

 

Esses dois termos confundem um pouco quem está começando a estudar métricas. O número de usuários são teoricamente pessoas únicas, por exemplo, ao acessar o site você é 1 usuário. Se a tarde acessar novamente ainda vai continuar a ser 1 usuário. 

 

Já as sessões são a quantidade de vezes que 1 usuário acessa o site respeitando o limite de tempo entre um acesso ou outro. Por exemplo, as 09:00 acesso o seu site navego um pouco e saiu. As 13:00 entro novamente e navego mais um pouco. No caso, vai ser 1 usuário e 2 sessões. 

 

 

Quando o Google Analytics começa a contar uma nova sessão

 

Por padrão o Google Analytics considera uma nova sessão se o usuário ficar 30 minutos ausente. Pegando o exemplo anterior, se eu entrei as 09:00 no seu site e sai, se eu voltar em 25 minutos novamente no site, não vai ser considerado uma nova sessão. 

 

Outro exemplo, se eu entrar no seu site as 09:00 e ficar parado nele, sem interagir com nenhum elemento e nem rolar a página por mais de 30 minutos. Então, quando der 31 minutos eu ir lá e movimentar, clicar em um link ou acionar algum botão, o Google Analytics vai considerar uma nova sessão.

 

Dá para configurar esse tempo de sessão dentro do Analytics. Dependendo do tipo de site que você tem, talvez seja interessante diminuir ou aumentar esse tempo.


O que é visualização de página no Google Analytics

 

 

É a quantidade de vezes que as páginas no seu site ou loja foram carregadas. Ela sozinha vai te dar um número bruto. Essa informação você vai usar com a quantidade de sessões que teve seu site no período analisado. Se seu site teve 800 acessos e 2150 visualizações de páginas, cada sessão teve uma navegação média de 2,68 páginas. Nesse caso falaríamos que cada acesso navega em média entre 2 e 3 páginas por visita.

 

Em sites institucionais geralmente se tem uma média de até 2 páginas por sessão. Já em lojas virtuais, é interessante ter uma média acima de 4 páginas por sessão.

 

 

Taxa de rejeição site ou e-commerce

 

Taxa de rejeição acontece quando alguém chega ao seu site e não faz nenhuma interação e imediatamente sai. Muitos clientes ficam muito preocupados com a taxa de rejeição alta, mas não é assim que funciona, antes de sair aos prantos quando ver uma taxa de rejeição alta, temos que entender o tipo de site e o que estamos querendo com ele.

 

Imagina um site de serviço onde você oferece serviços e a ideia é que a pessoa chegue, veja o telefone e ligue. Teoricamente se ela interagir com o site vai ser bem pouco, então a taxa de rejeição é mais alta, mas não está errado. Você não quer que ela fica navegando no seu site, você quer que ela chegue e te ligue.

 

Se seu site for uma loja virtual, a tendência é você ter uma taxa de rejeição mais baixa. Cada caso merece sua atenção. Se tiver a taxa de rejeição alta, não entre em desespero. Entenda quem está chegando no seu site e o que querem nele.

 

 

Tempo de permanência no site

 

Cada sessão tem uma média de tempo, é a mesma lógica da taxa de rejeição. Se seu negócio tem uma média de visualização de página mais alta, a sua taxa de rejeição vai ser mais baixa e também o tempo médio de permanência no site vai ser mais alta. 

 

Se seu site for um portal de notícia, algo que a ideia é prender o usuário, fazer ele ler, usar o site, o tempo de permanência vai ser maior. 

 

 

Transações

 

Transações é a principal métrica por exemplo de um comércio eletrônico, ou no nosso caso por exemplo poderia ser um contato de formulário. A transação é os objetivos que deseja. Transação seria a conversão propriamente dito.

 

Por exemplo, se você preencher o nosso formulário de contato, configuramos o site para que diga ao Google Analytics que houve uma transação (conversão). Como configurar em si vamos falar em outro post, aqui só queremos deixar claro que é muito importante você ter objetivos mensuráveis.

 

Então, quando alguém fazer alguma ação importante no seu site podemos considerar uma transação, a pessoa fez o que você queria, o que você mais almeja, preencher um formulário de contato, fazer um pedido, cadastrar para receber News letters, etc...

 

 


Taxa de conversão o que significa afinal

 

A taxa de conversão te fala quantos acessos no seu site são necessários para que se tenha uma conversão. Vamos supor que você é dono de uma loja virtual e você teve no último mês, 60 pedidos realizados. Puxando os acessos no site, você teve 8 mil acessos. Basta dividir 60 por 8000 e multiplicar por 100. Vai dar 0,75% de taxa de conversão. Nesse caso você precisa de 133 acessos em média para ter um pedido. Para chegar nesses 133 acessos basta dividir 100 por 0,75. A outras maneiras de chegar nesses números, o importante é você entender que a taxa de conversão é a relação de acessos e pedidos. 

 

O Google Analytics já te dá isso mastigado. Estando configurado o rastreio você vai ter essas informações. Ao fazer isso você habilita vários recursos, você pode saber qual dispositivo te traz mais pedidos, quais horários, cidades, estados, sexo, qual canal converte melhor, Google, Adwords, Facebook, Instagram, etc... é o pilar para fazer qualquer otimização para que se possa aumentar o retorno.
 

Nossos Contatos

(17) 3308-2526

(17) 98813-0844

contato@sunsetweb.com.br

Rua Profa. Etelvina Ramos Viana, 835 - Jardim Nazareth - São José do Rio Preto - SP

Segunda a sexta - 8:00 as 18:00