(17) 3308-2526 ou 9 8813-0844 - Segunda a Sexta - 09:00 às 18:00

contato@sunsetweb.com.br

Devo dar desconto ou não?

Marketing Digital em 27/04/2018

Devo dar desconto ou não?

Pedir desconto é algo muito comum. Porém, dar ou não esse desconto, mesmo que seja algo de pequeno valor, pode fazer muita diferença na lucratividade e no faturamento do seu negócio. Por isso, está na hora de você, empreendedor, entender e colocar em prática: Não dê desconto, crie valor.

 

A necessidade de dar desconto nos produtos, a ponto de fazer com que o seu cliente perceba que o valor cobrado não é justo, é uma realidade do empresário que ainda não criou valor necessário para o seu negócio. Portanto, é essencial que você saiba valorizar os diferenciais dos seus produtos. Tenha em mente que:

 

Quando um cliente procura o seu produto ou serviço, ele está atrás da solução para um problema dele. Logo, é preciso deixar claro que se você der um desconto, isso pode interferir na solução desejada. Afinal, se você tiver que adaptar um projeto para chegar ao preço desejado, não tem como garantir o resultado esperado.

 

A partir do momento que você cobra o valor justo, de acordo com os seus diferenciais e com o resultado que você pode oferecer, não há porque dar desconto. Coloque isso na sua cabeça:

 

 

Se o cliente quiser desconto, ele pode procurar o seu concorrente, mas se ele quer ter resultado, ele terá com você!

 

 

E para te ajudar, veja a seguir alguns pontos devem ser levados em conta para você planejar e posicionar melhor o seu negócio, com relação em dar ou não descontos.

 

1. Entenda o seu tipo de produto: De nada adianta você entender o valor do seu produto, se o seu cliente não entende.

 

  • Se é um produto de necessidade básica e as pessoas não podem viver sem, você pode cobrar um valor mais alto ou a recusar a dar descontos tão altos.
  • Se é um produto é de compra não necessária e as pessoas podem optar por não comprá-lo, talvez você possa brincar um pouco com descontos para que mais pessoas possam e queiram adquiri-lo.
  • Se é um produto personalizado, as pessoas estão pagando a mais pela customização e por ter algo que poucas pessoas terão igual.

 

2. Saiba quem são seus concorrentes: É importante também conhecer o cenário atual e seus concorrentes. Se eles estão diminuindo preços, dando grandes descontos ou formas de pagamento mais flexíveis. Talvez seja interessante você fazer o mesmo ou fazer algo diferente que também desperte interesse nas pessoas. O importante, é você não ficar parado!

 

3. Veja como está o fluxo de caixa da sua empresa: De nada adianta saber a margem de seus produtos se você não leva em consideração o momento da sua empresa, ou seja, o fluxo de caixa dela vai determinar a sua necessidade de vender mais e de vender mais caro ou mais barato. É hora de entender a realidade do seu negócio e mostrar como dar descontos inteligentes e de forma estratégica.

 

Conheça seu cliente e sua necessidade, e principalmente, conheça os seus produtos e deixe claro para as pessoas sobre os seus benefícios e soluções. Não fique refém de descontos, além de correr o risco de desvalorizar sua marca, há ainda o perigo de que suas margens de lucro caiam consideravelmente.

 

E não menos importante: Seja sempre educado e gentil, ao justificar por que o valor cobrado é justo.